Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

06/05/2022 16:58
PORTARIA CAT-34, de 29-03-2012

PORTARIA CAT - 34, de 29-03-2012

(DOE 30-03-2012)

Revogada pela Portaria CAT-73/12, de 22-06-2012, DOE 23-06-2012; Republicação DOE 26-06-2012; Retificação DOE 27-06-2012; Efeitos a partir de 01-07-2012.

Divulga valores atualizados para base de cálculo da substituição tributária de água mineral e natural, conforme pesquisa elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE.

O Coordenador da Administração Tributária , tendo em vista o disposto nos artigos 28, 28-A, 28-B e 28-C da Lei 6.374, de 1º de março de 1989, e considerando os dados constantes de pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas -FIPE, trazida aos autos do Processo GDOC nº 23750-569621/2005, pela Associação Brasileira das Indústrias de Águas Minerais, expede a seguinte portaria:

Artigo 1º - Para determinação da base de cálculo do imposto na sujeição passiva por substituição tributária com retenção do imposto em relação às mercadorias adiante indicadas serão utilizados, até o dia 30 de junho de 2012, os seguintes valores:

Água natural, mineral, gasosa ou não:


1. EMBALAGENS DESCARTÁVEIS
 

1.1 - COPOS
 

Copo: até 210 ml

0,72

Copo: de 211 até 310 ml

0,80

1.2 - VIDROS DESCARTÁVEIS
 

Vidro descartável até 310 ml

2,39

Vidro descartável de 311 a 500 ml

2,65

1.3 - DEMAIS EMBALAGENS
 

até 360 ml

1,24

de 361 a 650 ml

1,18

de 651 a 1.250 ml

2,29

de 1.251 a 1.500 ml

1,49

de 1.501 a 2.000 ml

1,87

de 2.001 a 3.000 ml

2,96

de 3.001 a 5.000 ml

5,39

de 5.001 a 8.000 ml

6,05

de 8.001 a 10.000 ml (Sem Torneira)

9,88

de 8.001 a 10.000 ml (Com Torneira)

10,62

2. EMBALAGENS RETORNÁVEIS
 

Galão de 10 litros

4,90

Galão de 20 litros

5,91

NOTA: Valores em reais.

Parágrafo único - A base de cálculo do imposto devido em razão da substituição tributária será o preço praticado pelo sujeito passivo, incluídos os valores correspondentes a frete, carreto, seguro, impostos e outros encargos transferíveis ao adquirente, acrescido do valor resultante da aplicação de percentual de margem de valor agregado estabelecido no artigo 294 do Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto 45.490, de 30 de novembro de 2000, nas hipóteses a seguir:

1 - quando não forem utilizados os valores mencionados neste artigo em virtude de decisão administrativa ou judicial, que não determine a aplicação de outra base de cálculo para a substituição tributária das mercadorias de que trata esta portaria;

2 - na determinação da base de cálculo aplicável na substituição tributária de água mineral e natural, com descrição de embalagem para a qual não haja indicação de preço sugerido;

3 - quando, em se tratando de operações interestaduais sujeitas à aplicação do disposto nesta portaria, o valor da operação própria do remetente localizado em outra unidade da Federação for igual ou superior a 90% (noventa por cento) do preço final ao consumidor constante da tabela deste artigo;

4 - quando, em se tratando de operações internas, o valor da operação própria do substituto for igual ou superior ao preço final ao consumidor constante da tabela deste artigo;

5 - quando se tratar de água mineral e natural importada;

6 - a partir de 1º de julho de 2012, exceto se portaria divulgar valores, para vigorarem a partir de tal data, segundo nova pesquisa de preço atualizada.

Artigo 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1º de abril de 2012, ficando, a partir de então, revogada a Portaria CAT-175/11, de 28 de dezembro de 2011.

Comentário

Governo do Estado de SP

Versão 1.0.69.0